Investigando Simone Forti através do livro Handbook in Motion

Giovana Beatriz Manrique Ursini

Resumo


No pós-modernismo, a dança começou a se mesclar com os signos das linguagens visuais, com a linguagem teatral e até com a linguagem verbal. Esse artigo tem como objetivo analisar trechos do livro, Handbook in Motion escrito pela coreógrafa Simone Forti. Os textos estudados são See-saw; Slant Board e Huddle. Nesses escritos, a artista descreve as coreografias que receberam os mesmos nomes. Detalhes como o número de dançarinos, os instrumentos que são utilizados em cena e a forma como cada gesto deve ser realizado são citados. Através dessas análises, observamos os objetivos que a bailarina pretendia alcançar com a sua arte. Simone Forti é uma coreógrafa italiana que se mudou para Estados Unidos onde estudou com importantes artistas da dança como Anna Halprin e Robert Dunn. Em Handbook in Motion, Forti apresenta relatos como coreógrafa nas décadas de 60 e 70. Por outro lado, a dançarina faz descrições de diversas de suas peças de danças. A discussão principal será em compreender como a artista conseguiu transmitir a sua marca na dança através do texto escrito. Um dos pontos importantes desse estudo é mostrar elementos da obra de Simone Forti. Entre eles, o uso de elementos do minimalismo na dança e o uso de aparatos tecnológicos em uma obra. 


Palavras-chave


Simone Forti; Dança contemporânea; Handbook in Motion

Texto completo:

PDF